Você se lembra que antigamente as famílias tinham muitos filhos? Não era muito comum o tema infertilidade.

Sim, muitos não tinha televisão! Bem verdade! Mas, vamos pensar sobre os hábitos?
A fertilidade é resposta de nossos hábitos também.

Fertilidade Feminina – Fatores que implicam na sua vida.

As famílias tinham no quintal hortas e pomar. Comiam e bebiam do mais natural, mesmo as famílias que não eram rurais.

Porque a cultura era de ter nos fundos de casa alguma plantação e na frente roseiras e flores. Não sei a infância de vocês, mas na minha ainda vi muito disso, na casa das minhas avós. Alimentação mais natural trás fertilidade.

Na minha avó materna no quintal tinha pé de mandioca, limão, laranja, carambola, goiaba, manga, cacau, coco, uma planta conhecida como vinagre (nunca perguntei o nome certo!), salsa, cebolinha, coentro, pimentas (vários tipos), mexerica, acerola, graviola, amora, caju, erva cidreira, erva doce, alfavaca, alface, couve e se a memória não falhar tinha abóbora também.

No quintal da minha avó paterna tinha muita das plantas que também tinha na outra avó, mas vou mencionar as diferentes como pitanga, (framboesa), figo, romã, babosa e noni. Fora, o tanto de plantas pra chá como o funcho. E as rosas e tipos de flores diferentes.

Por hábito tomavam café da manhã, almoço, lanche da tarde (sempre com um chá) e jantar. Comiam frutas e verduras de seus pomares e hortas. Dormiam cedo! Tomavam sol, não porque quisessem, bem da verdade! Mas, tinha o contato com o sol na pele. O trabalho muitas vezes era pesado então, já era uma atividade física.

Fertilidade na vida conteporânea

Hoje, nós estamos vivendo dentro de ambientes fechados com ar condicionado. Telas e LEDs são nossa “luz”, até tem quem dedique as atividades físicas, mas a maioria apenas em academias (novamente ambiente fechado). Comendo mais processados e industrializados. Comemos rápido e opções não tão naturais. Dormimos mais tarde, ficamos mais tempo no celular ou TV e assim, burlamos os hormônios do sono, fome e todos os outros em seguida, porque tudo é uma cadeia.

Então, não quero dizer que antigamente as pessoas tinham mais filhos, eram mais férteis, por “falta do que fazer”. Mas, porque tinham mais saúde, comendo melhor com alimentos mais naturais com menos agrotóxicos, tomando mais sol, se exercitando mais e ao ar livre, dormindo mais cedo.

Existia doença do cardiovasculares, hipertensão, diabetes e obesidade?! sim! E outras doenças também! Mas, o que quero que percebam são os hábitos que eram diferentes.

Podemos nos tornar mais férteis sem ter que voltar ao passado? Sim! Mas, hoje vamos precisar de mais disciplina, esforço contínuo, mudança de rotina, alimentação mais saudável e suplementação. E porventura de procedimentos de fertilização.


No tocante á alimentação e suplementação, conte comigo!
Com amor,
Nutri Aline Santos
Nutri de Grávida
CRN 1 7103

Faça seu cadastro, siga nossas redes sociais no Facebook e Instagram e se mantenha atualizado.

Pesquisar

Artigos:

Artigos Relacionados

Informação

Jejum Intermitente não é para todos

A maioria das pessoas tem uma ideia errônea quanto ao jejum intermitente. O jejum não significa simplesmente não comer, ou não comer porque não “sente fome”.

Saiba mais »
Informação

Probióticos

Probióticos são bactérias que promovem saúde para nosso organismo, estão no intestino humano (flora intestinal). Eles têm a função de ajudar a absorver melhor os

Saiba mais »

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nosso site e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você autoriza o site da Aline Santos a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.